BIZARRO: Cobra de 3 metros é encontrada por empregados da Mosaic Fertilizantes

Conheça o lado curioso e insólito da mineração e dos minerais: Chumbo ajuda a revelar atividade econômica dos antigos habitantes da Europa; Ferrovia abandonada vira ponto turístico na Bolívia.
BIZARRO: Cobra de 3 metros é encontrada por empregados da Mosaic Fertilizantes BIZARRO: Cobra de 3 metros é encontrada por empregados da Mosaic Fertilizantes BIZARRO: Cobra de 3 metros é encontrada por empregados da Mosaic Fertilizantes BIZARRO: Cobra de 3 metros é encontrada por empregados da Mosaic Fertilizantes BIZARRO: Cobra de 3 metros é encontrada por empregados da Mosaic Fertilizantes

A sucuri foi encontrada por funcionários da Mosaic fertilizantes

Cobra de 3 metros é encontrada por empregados da Mosaic Fertilizantes

Trabalhadores da Mosaic Fertilizantes, no bairro Distrito Industrial 3, em Uberaba (MG), encontraram, na manhã de segunda-feira (14), uma cobra sucuri fêmea que pesa 23 quilos e tem 3,35 metros de comprimento. O Pelotão de Emergências Ambientais do Corpo de Bombeiros fez a captura e entregou o animal para o hospital veterinário da cidade. De acordo com o veterinário Cláudio Yudi, a cobra não apresentava nenhum ferimento. O réptil foi encaminhado para a soltura em uma área de preservação próxima ao rio Uberaba durante a tarde. As informações são do jornal O Tempo e do portal de notícias G1.

Chumbo ajuda a revelar atividade econômica dos antigos habitantes da Europa

Especialistas em gelo, entre historiadores e arqueólogos, publicaram um estudo no jornal científico "Proceedings of the National Academy of Sciences" (PNAS), dos EUA, em que falam sobre o descobrimento de vestígios de civilizações antigas. Graças às emissões de chumbo acumuladas nas geleiras da ilha, pesquisadores tiveram a oportunidade de estudar como evoluíram e mudaram as economias das civilizações europeias.

No âmbito do estudo publicado na PNAS, pesquisadores dos Estados Unidos, Reino Unido, Noruega e Dinamarca recolheram amostras de gelo das geleiras da Groenlândia com o objetivo de medir, datar e analisar os traços de emissões de chumbo provenientes da Europa acumulados nas camadas de gelo entre 1100 a.C. e 800 d.C. A concentração das emissões de chumbo começou a aumentar aproximadamente em 900 a.C., quando os fenícios traçaram as rotas comerciais no Mediterrâneo ocidental. Segundo os dados da pesquisa, as emissões de chumbo aumentaram durante os períodos de paz, mas caíram durante as guerras e catástrofes. O nível mais alto de poluição corresponde ao florescimento do Império Romano. As informações são do website português Sapo.

Ferrovia abandonada vira ponto turístico na Bolívia

A antiga linha férrea que ligava Uyuni, na Bolívia, a Antofagasta, no litoral do Chile, usada no transporte de cobre, prata e estanho se tornou um museu a céu aberto após o seu abandono total. Linhas férreas, vagões tombados, velhas locomotivas enferrujadas e materiais utilizados no transporte compõem o cenário no meio do deserto. Quando a Bolívia estava no ápice de sua produção de estanho, cobre e prata, retirados principalmente da região de Potosí, o presidente Aniceto Arce, que governou de 1888 a 1892, decidiu investir na construção de uma ferrovia, que sairia do polo de extração para descarregar minérios em Antofagasta, antiga saída da Bolívia para o Oceano Pacífico. As informações são do site Jornal de Notícias.

topics

loader