SUSTENTABILIDADE

Governo de MG rejeita proposta de R$ 112 bilhões de compensação por Mariana

O governo de Minas Gerais rejeitou as condições de pagamento da proposta de R$ 112 bilhões feita por Samarco e suas controladoras, Vale e BHP, como compensação pelos danos causados pelo rompimento da barragem de Fundão, em Mariana (MG), em 2015. O Executivo estadual decidiu encerrar as negociações com as empresas e deixar o caso prosseguir na Justiça.

Danos causados pelo rompimento da barragem de Fundão, em Mariana (MG)/Agência Brasil

Danos causados pelo rompimento da barragem de Fundão, em Mariana (MG)/Agência Brasil

O valor da proposta feita pelo trio é quase o dobro do sugerido anteriormente, de R$ 52 milhões. O montante seria repartido entre os Estados afetados pelo desastre: 62% para os mineiros e 38% para o...

Faça um teste gratuito para continuar lendo este artigo

Já tem uma conta?

Assine Agora