EMPRESAS

Justiça do Reino Unido nega recurso da BHP em ação por Mariana

A Justiça do Reino Unido negou o recurso de apelação da BHP à Suprema Corte contra a competência da corte da Inglaterra e do País de Gales para julgar ação de indenização dos atingidos pelo rompimento da barragem de Fundão, em Mariana (MG), em 2015. O valor das compensações pode superar 5 bilhões de libras esterlinas (cerca de R$ 30 bilhões).

Destruição causada pelo rompimento da barragem de Fundão, em Mariana/Agência Brasil

Destruição causada pelo rompimento da barragem de Fundão, em Mariana/Agência Brasil

"A Corte de Apelação do Reino Unido rejeitou na última quarta-feira (31), de forma abrangente, todos os argumentos da mineradora BHP, envolvida no rompimento da barragem de Mariana (MG), para recorrer...

Faça um teste gratuito para continuar lendo este artigo

Já tem uma conta?

Assine Agora