INOVAÇÃO

CBMM se liga a universidades para identificar novos usos para nióbio

Parceria da Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração (CBMM) com universidades para identificar novas aplicações para o nióbio começa a dar resultados. A maior produtora mundial do metal se uniu à Rede Temática em Engenharia de Materiais (Redemat) para apoiar teses e dissertações que tenham o nióbio como tema de pesquisa. O primeiro trabalho, sobre o efeito do metal na ductilidade a quente do aço inoxidável, foi apresentado no fim de 2013.

CBMM se liga a universidades para identificar novos usos para nióbio

Depois de quase dois anos desde seu lançamento, uma iniciativa de promoção da pesquisa avançada na área de Engenharia de Materiais começa a gerar os primeiros frutos em Minas Gerais. Criado pela CBMM,...

Faça um teste gratuito para continuar lendo este artigo

Já tem uma conta?

Assine Agora