EMPRESAS

BHP nega negociações com vítimas de Mariana no Reino Unido

A BHP negou estar envolvida em qualquer tipo de negociação com as vítimas do rompimento da barragem de Fundão, ocorrido em 2015 em Mariana (MG), por causa do processo no Reino Unido. A ação de R$ 230 bilhões está sendo movida pelo escritório Pogust Goodhead, que representa cerca de 700 mil pessoas, além de autarquias, empresas, prefeituras e instituições.

Danos causados pelo rompimento da barragem de Fundão, em Mariana (MG)/Agência Brasil

Danos causados pelo rompimento da barragem de Fundão, em Mariana (MG)/Agência Brasil

"A BHP não está envolvida em quaisquer negociações de acordo em relação ao caso do Reino Unido. A BHP Brasil segue participando das negociações com entidades públicas no Brasil, como o local adequado para...

Faça um teste gratuito para continuar lendo este artigo
Já tem uma conta?  
Assine Agora