EMPRESAS

CBA aponta incertezas no curto prazo para alumínio

A Companhia Brasileira de Alumínio (CBA) aponta muitas incertezas para o alumínio no curto prazo, mesmo com a demanda se mantendo saudável no país neste início de ano. O novo presidente da empresa, Luciano Alves, observa que os custos de alguns insumos já começam a mostrar arrefecimento, mas que a rentabilidade da indústria como um todo segue pressionada pelos preços baixos relativamente aos custos de produção.

 Luciano Alves, diretor-executivo da Companhia Brasileira de Alumínio (CBA)/Divulgação

Luciano Alves, diretor-executivo da Companhia Brasileira de Alumínio (CBA)/Divulgação

Na CBA, a piora da qualidade do piche e do coque adicionou pressão ao negócio de alumínio primário, contribuindo para uma queda de 20 pontos percentuais na margem operacional (Ebitda) no primeiro trimestre,...

Faça um teste gratuito para continuar lendo este artigo
Já tem uma conta?  
Assine Agora