Analistas avaliam efeitos de possível acordo de reparação nas ações da Vale

As ações da Vale precificam um efeito monetário de danos relacionados a risco de volume de produção, provisões adicionais, questões de ESG, entre outros, de cerca de US$ 18 bilhões, segundo estimativas de analistas do BTG Pactual, em relatório divulgado na quarta-feira (18).

Analistas avaliam efeitos de possível acordo de reparação nas ações da Vale Analistas avaliam efeitos de possível acordo de reparação nas ações da Vale Analistas avaliam efeitos de possível acordo de reparação nas ações da Vale Analistas avaliam efeitos de possível acordo de reparação nas ações da Vale Analistas avaliam efeitos de possível acordo de reparação nas ações da Vale

Assim, mesmo um acordo bilionário pelo desastre de Brumadinho (MG) poderia representar uma fração dos danos precificados, o que dá espaço para as ações

article_image