SUSTENTABILIDADE

BHP prevê concluir reparações sobre tragédia de Mariana até 2023

O rompimento da barragem de Fundão, da Samarco, em Mariana (MG), vai completar seis anos e três meses nesta semana e há ainda vários entraves para finalizar toda a reparação socio-econômica e ambiental. A companhia anglo-australiana BHP, dona de 50% da Samarco, informou que medidas podem ser aceleradas neste ano e serem concluídas até meados de 2023.

Danos causados pelo rompimento da barragem de Fundão, em Mariana (MG)/Agência Brasil

Danos causados pelo rompimento da barragem de Fundão, em Mariana (MG)/Agência Brasil

Essa é a expectativa de Ragnar Udd, presidente da divisão de mineração da BHP nas Américas. Baseado na capital chilena Santiago, o executivo esteve no Brasil pela primeira vez há poucos dias para visitar...

Faça um teste gratuito para continuar lendo este artigo

Já tem uma conta?

Assine Agora