SUSTENTABILIDADE

Unesc participa de projeto para recuperar áreas degradadas pela mineração

A Universidade do Extremo Sul Catarinense (Unesc) integra um projeto para a recuperação de solos e recursos hídricos contaminados pela mineração de urânio e carvão, com o uso do ozônio. A iniciativa já obteve resultados positivos em Caldas (MG), onde foi comprovada a possibilidade de recuperar a água proveniente de drenagem ácida gerada em áreas de mineração de urânio.

Unesc participa de projeto para recuperar áreas degradadas pela mineração

O passivo ambiental na área de estudo em Caldas (MG) é de 45 milhões de metros cúbicos de bota-fora concentrado em aproximadamente 130 hectares. Na região carbonífera, são 6 mil hectares de passivo em...

Faça um teste gratuito para continuar lendo este artigo

Já tem uma conta?

Assine Agora