OUTROS

Aguia prevê capex de US$ 17,5 mi para projeto de fosfato no RS

Um estudo da Aguia Resources para o projeto de fosfato Três Estradas apontou um capex de US$ 17,5 milhões para os três primeiros anos, período previsto para o ramp-up do empreendimento no Rio Grande do Sul. O processo de licenciamento do ativo é alvo de ação civil pública, mas a mineradora australiana está em negociação com o Ministério Público Federal (MPF) e espera chegar em breve a um acordo sobre duas das três pendências apontadas pela Procuradoria da República no caso.

Sondagem no projeto de fosfato Três Estradas/Divulgação

Sondagem no projeto de fosfato Três Estradas/Divulgação

A confiança no acordo é tanta que a empresa atualizou o estudo de viabilidade econômica (BFS, do inglês bankable feasibility study). E reforça que a atualização divulgada nesta terça-feira (21) mostra...

Faça um teste gratuito para continuar lendo este artigo

Já tem uma conta?

Assine Agora