LEGISLAÇÃO

MP pede multa diária de R$ 1 milhão à Renova por atraso em reassentamento em MG

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) requereu à Justiça na terça-feira (2) a aplicação de multa diária de R$ 1 milhão contra a Fundação Renova e suas mantenedoras Vale, Samarco e BHP pelo atraso na entrega das obras de reassentamento das pessoas atingidas pelo rompimento da barragem de Fundão, em Mariana, em 2015. O prazo se esgotou no último sábado (27).

Obras de reassentamento de Bento Rodrigues, destruído pelo rompimento da barragem de Fundão, da Samarco, em Mariana, não foram cumpridas/Divulgação

Obras de reassentamento de Bento Rodrigues, destruído pelo rompimento da barragem de Fundão, da Samarco, em Mariana, não foram cumpridas/Divulgação

O MPMG também pediu à Justiça, por meio da 1ª Promotoria de Justiça de Mariana, a intimação das entidades a pagarem imediatamente o valor de R$ 3.002.039,17 referente aos dias de atraso já constatados....

Faça um teste gratuito para continuar lendo este artigo

Já tem uma conta?

Assine Agora