EXTERIOR

Metais preciosos disparam como acirramento de guerra na Europa

O preço do ouro superou brevemente a marca psicológica de US$ 2.000 a onça pela primeira vez em um ano e meio nesta segunda-feira (7), à medida que os investidores correm para a segurança do metal na sequência de uma escalada da crise entre Rússia e Ucrânia. O conflito também fez com que o paládio atingisse recorde histórico devido a temores de interrupção no fornecimento.

Barras de ouro/Divulgação

Barras de ouro/Divulgação

O ouro à vista subiu 0,59%, para US$ 1.980,07 por onça, logo após as 10h (12h no horário de Brasília), depois de atingir US$ 2.000,69 no início do dia, seu preço mais alto desde 19 de agosto de 2020. Os...

Faça um teste gratuito para continuar lendo este artigo

Já tem uma conta?

Assine Agora