EXECUTIVOS

Justiça julgará Vale, Tüv Süd e executivos separadamente por tragédia em MG

A Justiça Federal decidiu desmembrar o processo criminal que investiga as responsabilidades pelo rompimento da barragem da Vale em Brumadinho, Minas Gerais. Ele será dividido em três processos distintos que tramitarão de forma independente para julgar Vale, Tüv Süd e 16 pessoas, incluindo ex-executivos das empresas.

 Fábio Schvartsman, ex-presidente da Vale/Divulgação

Fábio Schvartsman, ex-presidente da Vale/Divulgação

A tragédia, que completou quatro anos ontem (25), causou a morte de 270 pessoas e diversos impactos na bacia do Rio Paraopeba. A Vale, a consultoria alemã Tüv Süd, que assinou laudo de estabilidade da...

Faça um teste gratuito para continuar lendo este artigo

Já tem uma conta?

Assine Agora