EXECUTIVOS

Executivos da Vale, Tüv Süd e empresas se tornam réus por Brumadinho

As empresas Vale e Tüv Süd e mais 16 pessoas se tornaram rés por crimes relacionados ao rompimento da barragem na mina Córrego do Feijão, em Brumadinho (MG), após a Justiça Federal de Minas Gerais aceitar na segunda-feira (23) a denúncia do Ministério Público Federal (MPF).

 Fábio Schvartsman, ex-presidente da Vale/Reprodução

Fábio Schvartsman, ex-presidente da Vale/Reprodução

As 16 pessoas foram denunciadas pelo crime de homicídio qualificado, por 270 vezes (número de pessoas que morreram no desastre), crimes contra a fauna, a flora e poluição. Os acusados já haviam se tornado...

Faça um teste gratuito para continuar lendo este artigo

Já tem uma conta?

Assine Agora