CSN consegue liminar e volta a demitir grupo de comissão paralela

A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) conseguiu uma liminar na Justiça do Trabalho para dispensar novamente os nove trabalhadores que foram desligados da empresa, no ano passado, por integrarem uma comissão paralela ao sindicato nas negociações da campanha salarial e outros benefícios. Desde então, o grupo vem sendo admitido e demitido da Usina Presidente Vargas, em Volta Redonda (RJ), por causa de decisões judiciais.

CSN consegue liminar e volta a demitir grupo de comissão paralela CSN consegue liminar e volta a demitir grupo de comissão paralela CSN consegue liminar e volta a demitir grupo de comissão paralela CSN consegue liminar e volta a demitir grupo de comissão paralela CSN consegue liminar e volta a demitir grupo de comissão paralela

Usina Predente Vargas da CSN, em Volta Redonda (RJ)/Divulgação

A decisão mais recente, expedida na terça-feira (17) pela ministra corregedora-geral da Justiça do Trabalho, permite à CSN demitir os nove funcionários até