Steinmetz acusa ex-primeira-dama da Guiné de mentir sobre propina para Simandou

O magnata franco-israeense dos diamantes Beny Steinmetz disse nesta terça-feira (12), durante seu julgamento, que a ex-primeira-dama da Guiné, Mamadie Touré, uma testemunha-chave no processo por corrupção aberto contra ele em Genebra, mentiu sobre supostos pagamentos para garantir os direitos de concessão de Simandou, maior depósito de minério de ferro não explorado conhecido.

Steinmetz acusa ex-primeira-dama da Guiné de mentir sobre propina para Simandou Steinmetz acusa ex-primeira-dama da Guiné de mentir sobre propina para Simandou Steinmetz acusa ex-primeira-dama da Guiné de mentir sobre propina para Simandou Steinmetz acusa ex-primeira-dama da Guiné de mentir sobre propina para Simandou Steinmetz acusa ex-primeira-dama da Guiné de mentir sobre propina para Simandou

Beny Steinmetz chega para julgamento em Genebra/AFP

Mamadie Touré "conta muitas mentiras", afirmou Steinmetz, de 64 anos, que diz não saber nada sobre os "pagamentos que ela recebeu". "Eu era um simples consultor", acrescentou.

article_image