CSN quer reduzir dívida de R$ 30 bilhões com IPO de subsidiária

A CSN espera reduzir o endividamento da siderúrgica, que em setembro superava os R$ 30 bilhões, com a abertura de capital da CSN Mineração. Espera-se que a operação gire mais de R$ 8 bilhões, sendo que R$ 7 bilhões desse valor irão ao caixa da CSN, dinheiro prometido para ajudar na redução da dívida. A operação, que ocorreria neste mês, escorregou para o fim de janeiro de 2021, segundo fonte. A empresa terá como presidente Enéas Diniz, que comandava a área dentro da CSN.

CSN quer reduzir dívida de R$ 30 bilhões com IPO de subsidiária CSN quer reduzir dívida de R$ 30 bilhões com IPO de subsidiária CSN quer reduzir dívida de R$ 30 bilhões com IPO de subsidiária CSN quer reduzir dívida de R$ 30 bilhões com IPO de subsidiária CSN quer reduzir dívida de R$ 30 bilhões com IPO de subsidiária

Mina Casa de Pedra, da CSN, em Congonhas (MG)/Divulgação

A subsidiária da CSN congrega as minas Namisa e a famosa mina Casa de Pedra, produtora de um dos minérios de maior qualidade do quadrilátero ferrífero de Minas Gerais.

article_image