EMPRESAS

Sandvik pode aumentar cortes após queda de 11% dos pedidos no primeiro trimestre

A sueca Sandvik, maior fabricante mundial de ferramentas de corte de metal, disse nesta segunda-feira (20) que está pronta para cortar mais custos, se necessário, para enfrentar a pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Segundo a empresa, as encomendas no trimestre caíram para 25,4 bilhões de coroas suecas (US$ 2,55 bilhões), uma queda de 11% em relação ao ano anterior, mas bem à frente da média de 24,1 bilhões de coroas suecas (US$ 2,4 bilhões) prevista em pesquisa dos analistas da Refinitiv.

Sandvik pode aumentar cortes após queda de 11% dos pedidos no primeiro trimestre

A Sandvik, um dos primeiros "Blue Chips" de manufatura europeus a fornecer resultados do primeiro trimestre, é vista como um bom indicador da demanda industrial devido ao alto volume de remessas de suas...

Faça um teste gratuito para continuar lendo este artigo

Já tem uma conta?

Assine Agora