MPMG apura suspeita de irregularidade no pagamento de indenizações pela Vale

O Ministério Público de Minas Gerais abriu um inquérito civil para apurar a suspeita de não pagamento de auxílio emergencial a atingidos pela tragédia de Brumadinho (MG). Segundo o MP, assim que houve o rompimento da barragem da mina do Córrego do Feijão, no ano passado, ficou estabelecido, em juízo, que a Vale pagaria indenizações em 2019 e, no fim do ano, houve um acordo para que a mineradora estendesse esses pagamentos para 2020, o que, de acordo com o MP, não estaria ocorrendo.

MPMG apura suspeita de irregularidade no pagamento de indenizações pela Vale MPMG apura suspeita de irregularidade no pagamento de indenizações pela Vale MPMG apura suspeita de irregularidade no pagamento de indenizações pela Vale MPMG apura suspeita de irregularidade no pagamento de indenizações pela Vale MPMG apura suspeita de irregularidade no pagamento de indenizações pela Vale

Sede do Ministério Público de Minas Gerais

Os valores devem ser pagos a todos que moravam nas comunidades do Córrego do Feijão, Parque da Cachoeira, Alberto Flores, Cantagalo, Pires e também nas margens do Córrego

article_image