BRITADOR

Pluma da Discórdia

Assim como os carros elétricos, considero a mineração no fundo do mar irreversível, bem como os efeitos ambientais (positivos e negativos) que ambos vão ter. Essa modalidade de lavra foi notícia em todos os grandes jornais da semana passada, pois o órgão regulador global perdeu um prazo importante. Correndo por fora, na matriz energética, temos o hidrogênio que promete substituir o carvão na siderurgia, coisas que os EVs não podem fazer. Aqui vão os meus argumentos.

 Fragata Independência

Fragata Independência

Antes, um pouco de contexto. No último sábado, expirou o prazo que Nauru negociou com a Autoridade Internacional dos Fundos Marinhos (ISA) para que esse órgão da ONU estabelecesse regras internacionais...

Faça um teste gratuito para continuar lendo este artigo
Já tem uma conta?  
Assine Agora
MAIS SOBRE ESTE ASSUNTO