BRASIL

Arrecadação do setor extrativo deve dobrar até 2030

A arrecadação bruta do setor extrativo mineral, sobretudo minério de ferro, petróleo e gás natural, deve atingir uma média anual 2,11% do PIB de 2022 a 2030, mais que o dobro da taxa média de 0,92% do PIB ao ano verificada entre 2011 e 2020. Os cálculos são do economista Bráulio Borges, pesquisador do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (FGV Ibre).

Embarque de minério de ferro de S11D, da Vale/Divulgação

Embarque de minério de ferro de S11D, da Vale/Divulgação

Segundo ele, a receita adicional acumulada do setor deve chegar a R$ 1,03 trilhão deste ano até 2030, a preços de 2021. A conta considera petróleo a US$ 65 o barril. Borges pondera que o cenário envolve...

Faça um teste gratuito para continuar lendo este artigo
Já tem uma conta?  
Assine Agora