Imóveis comprados pela Vale em Brumadinho têm destino incerto

O destino dos imóveis comprados pela Vale por causa do rompimento da barragem B1 da mina Córrego do Feijão, em Brumadinho (MG), ainda é incerto. A mineradora espalhou placas pelos locais com os dizeres: “Propriedade particular. Proibida a entrada de pessoas não autorizadas”, enquanto define o que fazer.

Imóveis comprados pela Vale em Brumadinho têm destino incerto Imóveis comprados pela Vale em Brumadinho têm destino incerto Imóveis comprados pela Vale em Brumadinho têm destino incerto Imóveis comprados pela Vale em Brumadinho têm destino incerto Imóveis comprados pela Vale em Brumadinho têm destino incerto

Município de Brumadinho (MG), onde barragem da Vale se rompeu em 2019/Divulgação

"Atualmente, está em andamento um estudo para avaliar o uso futuro desses imóveis, considerando as demandas e características da região", disse a companhia em nota.