Rio Tinto pede desculpas por destruir cavernas aborígenes com 46 mil anos

A Rio Tinto reconheceu ter provocado danos irreversíveis em cavernas pré-históricas habitadas por aborígenes há mais de 46.000 anos, durante trabalhos com explosivos para expandir uma mina de ferro na região de Pilbara. Os explosivos foram utilizados perto do local arqueológico no dia 24 de maio, segundo autorizações emitidas pelo governo do estado. 

Rio Tinto pede desculpas por destruir cavernas aborígenes com 46 mil anos Rio Tinto pede desculpas por destruir cavernas aborígenes com 46 mil anos Rio Tinto pede desculpas por destruir cavernas aborígenes com 46 mil anos Rio Tinto pede desculpas por destruir cavernas aborígenes com 46 mil anos Rio Tinto pede desculpas por destruir cavernas aborígenes com 46 mil anos

Rio Tinto explode caverna aborígene de 46 mil anos na Ausrália

article_image