Justiça proíbe Vale de despejar rejeitos na barragem Maravilhas em MG

A Vale terá que elaborar e executar um plano de Ação Emergencial e um plano de segurança para as barragens de rejeitos Maravilhas 1 e 2, em Nova Lima (MG). A decisão da Justiça foi divulgado na quarta-feira (10) e a mineradora tem prazo de 15 dias para cumprir as determinações. O descumprimento das medidas acarreta em multa que pode chegar a R$ 50 milhões.

Justiça proíbe Vale de despejar rejeitos na barragem Maravilhas em MG Justiça proíbe Vale de despejar rejeitos na barragem Maravilhas em MG Justiça proíbe Vale de despejar rejeitos na barragem Maravilhas em MG Justiça proíbe Vale de despejar rejeitos na barragem Maravilhas em MG Justiça proíbe Vale de despejar rejeitos na barragem Maravilhas em MG

 

A decisão liminar do dia 8 de outubro informa que os planos devem levar em conta cenários críticos e normas do Departamento Nacional de Produção Mineral