Restrição à captação de água em MG deve ter baixo impacto sobre mineração

A Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg) criticou a decisão do governo estadual de instituir a redução na captação de água, que pode variar de 20% a 50%, com peso de 30% para o setor produtivo industrial. Embora não tenha como medir impactos imediatos no parque industrial mineiro, a secretária-executiva do Conselho de Empresários para o Meio Ambiente da Fiemg, Patrícia Boson, disse que a decisão pune as empresas sem uma base técnica que justifique as medidas.

Restrição à captação de água em MG deve ter baixo impacto sobre mineração Restrição à captação de água em MG deve ter baixo impacto sobre mineração Restrição à captação de água em MG deve ter baixo impacto sobre mineração Restrição à captação de água em MG deve ter baixo impacto sobre mineração Restrição à captação de água em MG deve ter baixo impacto sobre mineração
loader