Metais básicos podem subir com aumento da tensão entre Rússia e Ucrânia

Os metais básicos subiram na semana que começou em 17 de janeiro em um cenário de crescentes tensões na fronteira Rússia-Ucrânia, inflação mais alta nas principais economias e aperto do mercado. E analistas avaliam que as preocupações geopolíticas contínuas sobre uma potencial invasão russa da Ucrânia aumentam a possibilidade de que novas sanções dos EUA ou internacionais ao comércio com os principais produtores de metais da Rússia possam apertar ainda mais os mercados de alumínio, cobre e níquel.

Metais básicos podem subir com aumento da tensão entre Rússia e Ucrânia Metais básicos podem subir com aumento da tensão entre Rússia e Ucrânia Metais básicos podem subir com aumento da tensão entre Rússia e Ucrânia Metais básicos podem subir com aumento da tensão entre Rússia e Ucrânia Metais básicos podem subir com aumento da tensão entre Rússia e Ucrânia

O alumínio está perto de altas de vários anos em meio a preocupações com a oferta/Divulgação.

"Os preços das commodities podem subir se a crise Rússia-Ucrânia aumentar", disse Warren Patterson, chefe de estratégia de commodities da ING Economics em 21 de janeiro.