Três barragens são descaracterizadas e ao menos 25 estão atrasadas em MG

Apenas três das 54 barragens construídas pelo método a montante em Minas Gerais concluíram o processo de descaracterização e ao menos 25 delas não serão desativadas até fevereiro de 2022, prazo estabelecido por lei após o desastre com a estrutura da Vale, em Brumadinho (MG) em 2019. Em dez delas, as mineradoras não têm nem estimativa para o prazo de conclusão do descomissionamento.

Três barragens são descaracterizadas e ao menos 25 estão atrasadas em MG Três barragens são descaracterizadas e ao menos 25 estão atrasadas em MG Três barragens são descaracterizadas e ao menos 25 estão atrasadas em MG Três barragens são descaracterizadas e ao menos 25 estão atrasadas em MG Três barragens são descaracterizadas e ao menos 25 estão atrasadas em MG

Barragem da CSN em Congonhas (MG)/Divulgação

Faltando quatro meses para o fim do prazo, as estruturas que concluíram o processo estão localizadas em Itatiaiuçu, em Conselheiro Lafaiete e em Nova Lima.

article_image