Vazamento expõe 33 mil exames médicos de funcionários da Vale e outras empresas

Um grupo de empresas especializadas em medicina ocupacional deixou vazar quase 33 mil documentos sensíveis de seus clientes, incluindo exames (admissionais, demissionais e periódicos), relatórios e Programas de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSOs). Os arquivos estavam armazenados em um servidor desprotegido do serviço Amazon Simple Storage Service (S3), apurou a The Hack, a partir de uma denúncia anônima.

Vazamento expõe 33 mil exames médicos de funcionários da Vale e outras empresas Vazamento expõe 33 mil exames médicos de funcionários da Vale e outras empresas Vazamento expõe 33 mil exames médicos de funcionários da Vale e outras empresas Vazamento expõe 33 mil exames médicos de funcionários da Vale e outras empresas Vazamento expõe 33 mil exames médicos de funcionários da Vale e outras empresas

A empresa em questão é a BCcorp, resultado da fusão entre a Biocentro e a Cred MHS.