BHP defende monitoramento independente de barragens de rejeitos

A BHP, maior companhia de recursos naturais do mundo, disse que vê com bons olhos que um órgão independente supervisione a integridade, operação e construção de barragens de rejeitos, após o rompimento de uma barragem da concorrente Vale, em Minas Gerais, deixando até o momento 169 mortos e 141 desaparecidos.

BHP defende monitoramento independente de barragens de rejeitos BHP defende monitoramento independente de barragens de rejeitos BHP defende monitoramento independente de barragens de rejeitos BHP defende monitoramento independente de barragens de rejeitos BHP defende monitoramento independente de barragens de rejeitos

Lama de rejeitos da barragem do Córrego do Feijão, da mineradora Vale, em Brumadinho (MG)

 

 

 

Falando após a divulgação dos resultados financeiros preliminares, o CEO da BHP, Andrew Mackenzie, disse que a indústria tem que "redobrar" seus