Frete marítimo Brasil-China em alta com forte demanda chinesa por minério

O valor de fretes do mercado transoceânico entrou no quarto trimestre em ascensão, com as taxas do Brasil para a China no nível mais alto do ano, já que a demanda por minério de ferro do gigante asiático continua crescendo. Nesta segunda-feira (5), o Índice do Báltico subiu 51 pontos, ou 2,5%, a 2.071 pontos, o maior desde setembro de 2019, considerando as taxas para navios capesize, panamax, supramax e handysize.

Frete marítimo Brasil-China em alta com forte demanda chinesa por minério Frete marítimo Brasil-China em alta com forte demanda chinesa por minério Frete marítimo Brasil-China em alta com forte demanda chinesa por minério Frete marítimo Brasil-China em alta com forte demanda chinesa por minério Frete marítimo Brasil-China em alta com forte demanda chinesa por minério

Capesize.jpg

O índice Capesize, graneleiros que transportam cargas de 170.000 toneladas, principalmente minério de ferro e carvão, ganhou 148 pontos, ou 3,7%, para 4.

article_image