CVP investe em processamento a seco como alternativa sustentável

A Companhia Vale do Paramirim (CVP) pretende usar tecnologias para processamento e empilhamento a seco do minério de ferro no projeto polimetálico Papa-Mel, no interior da Bahia. Além de garantir a sustentabilidade da operação de minério de ferro, cobre e fosfato, esta é uma de responder a diversos grupos e entidades da região contrários ao projeto com receio de acidentes como os rompimentos recentes de barragens de rejeitos em Minas Gerais.

CVP investe em processamento a seco como alternativa sustentável CVP investe em processamento a seco como alternativa sustentável CVP investe em processamento a seco como alternativa sustentável CVP investe em processamento a seco como alternativa sustentável CVP investe em processamento a seco como alternativa sustentável

Equipe da Geosol realiza sondagem em projeto polimetálico da CPV na Bahia

article_image