Vigiar normas mundiais de medição evita perdas milionárias a mineradoras

Duas tentativas de mudar as regras de como se mede a umidade de minério de ferro e o ferro total (FeT) no minério de ferro quase retiraram da Vale e da CSN o equivalente a US$ 63 milhões por ano, considerando o preço de referência médio de US$ 69,50 por tonelada no ano passado. A informação apareceu na apresentação de Renata Penna, da Vale, durante uma conferência realizada ontem no Congresso Brasileiro de Mineração, que acontece junto com a Exposibram.

Vigiar normas mundiais de medição evita perdas milionárias a mineradoras Vigiar normas mundiais de medição evita perdas milionárias a mineradoras Vigiar normas mundiais de medição evita perdas milionárias a mineradoras Vigiar normas mundiais de medição evita perdas milionárias a mineradoras Vigiar normas mundiais de medição evita perdas milionárias a mineradoras

Engenheira Renata Penna, da Vale, em palestra na Exposibram 2019