Estudo da USP encontra jazidas minerais gigantes no fundo do mar

Um estudo realizado por pesquisadores do Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo (USP) descobriu que bactérias e microorganismos podem formar reservas submarinas de alguns minérios como cobalto, níquel, molibdênio, nióbio, platina, titânio e telúrio. Segundo a USP, a área onde se encontra a jazida tem três vezes o tamanho do Estado do Rio de Janeiro e os “tesouros” estão a profundidades que vão de 800 a três mil metros.

Estudo da USP encontra jazidas minerais gigantes no fundo do mar Estudo da USP encontra jazidas minerais gigantes no fundo do mar Estudo da USP encontra jazidas minerais gigantes no fundo do mar Estudo da USP encontra jazidas minerais gigantes no fundo do mar Estudo da USP encontra jazidas minerais gigantes no fundo do mar

Pesquisadores da USP encontram jazidas de minérios no fundo mar/Divulgação

article_image