Ministério Público rejeita contas da Fundação Renova

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), por meio da Promotoria de Justiça Especializada na Tutela de Fundações de Belo Horizonte, rejeitou, na sexta-feira (19), as contas prestadas pela Fundação Renova referentes ao exercício de 2019. A organização foi criada pelas mineradoras Vale e BHP Billiton para gerir as reparações decorrentes do rompimento da barragem da Samarco, em 2015, na cidade de Mariana (MG).

Ministério Público rejeita contas da Fundação Renova Ministério Público rejeita contas da Fundação Renova Ministério Público rejeita contas da Fundação Renova Ministério Público rejeita contas da Fundação Renova Ministério Público rejeita contas da Fundação Renova

Lama da barragem de Fundão, da Samarco, que se rompeu em Mariana (MG)/Divulgação

article_image