MG só tem uma de 53 barragens a montante descaracterizadas em quase dois anos

Apenas uma das 53 barragens a montante existentes em Minas Gerais foi descaracterizada em quase dois anos, segundo levantamento da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad). O descomissionamento das estruturas é uma obrigação imposta pela Lei 23.291, sancionada no ano passado, que estabelece o prazo até fevereiro de 2022 para a conclusão do processo. No entanto, o setor produtivo tem buscado a ampliação do prazo.

MG só tem uma de 53 barragens a montante descaracterizadas em quase dois anos MG só tem uma de 53 barragens a montante descaracterizadas em quase dois anos MG só tem uma de 53 barragens a montante descaracterizadas em quase dois anos MG só tem uma de 53 barragens a montante descaracterizadas em quase dois anos MG só tem uma de 53 barragens a montante descaracterizadas em quase dois anos

Barragem Sul Superior, da Vale, em Barão de Cocais (MG)/Divulgação

O método a montante é considerado o menos seguro e é o mesmo das barragens de Fundão, em Mariana, e Córrego do Feijão, em Brumadinho, que se romperam em 2015

article_image