Imagens de satélite revelam avanço de garimpos ilegais em terras indígenas

Imagens de satélite revelam o avanço de garimpos ilegais em terras indígenas e unidades de conservação na Bacia do Rio Xingu, no Pará. Essas áreas protegidas por lei ficam entre os estados de Mato Grosso e do Pará. De acordo com o Instituto Socioambiental, em apenas um mês, a extração de minério destruiu uma área de floresta nativa do tamanho de 560 campos de futebol.

Imagens de satélite revelam avanço de garimpos ilegais em terras indígenas Imagens de satélite revelam avanço de garimpos ilegais em terras indígenas Imagens de satélite revelam avanço de garimpos ilegais em terras indígenas Imagens de satélite revelam avanço de garimpos ilegais em terras indígenas Imagens de satélite revelam avanço de garimpos ilegais em terras indígenas