Vale avalia recorrer das multas impostas pelo Ibama por tragédia em Brumadinho

A Vale avalia recorrer das multas impostas pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) em decorrência do rompimento da barragem da Mina do Córrego do Feijão, em Brumadinho (MG). Por conta do rompimento, 165 mortes já foram confirmadas.

Vale avalia recorrer das multas impostas pelo Ibama por tragédia em Brumadinho Vale avalia recorrer das multas impostas pelo Ibama por tragédia em Brumadinho Vale avalia recorrer das multas impostas pelo Ibama por tragédia em Brumadinho Vale avalia recorrer das multas impostas pelo Ibama por tragédia em Brumadinho Vale avalia recorrer das multas impostas pelo Ibama por tragédia em Brumadinho

Lama de rejeitos da barragem do Córrego do Feijão, da Vale, em Brumadinho (MG)

article_image