Anatel estuda reservar espectro exclusivo do 5G para mineração

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) já estuda reservar espectro exclusivo do 5G para redes privativas do setor de mineração. Nilo Pasquali, superintendente de planejamento e regulamentação da Anatel, diz que, historicamente, a agência tem alocado porções de espectro para utilities (concessionárias de serviços como água e luz) em tecnologias específicas do setor e em faixas não licenciadas. Agora a demanda é por frequência licenciada e tecnologias padronizadas, como 4G LTE e 5G, por empresas em áreas delimitadas, sem precisar pagar pela outorga.

Anatel estuda reservar espectro exclusivo do 5G para mineração Anatel estuda reservar espectro exclusivo do 5G para mineração Anatel estuda reservar espectro exclusivo do 5G para mineração Anatel estuda reservar espectro exclusivo do 5G para mineração Anatel estuda reservar espectro exclusivo do 5G para mineração

Rede 5G

"A agência estuda a possibilidade de usar frequência já alocada para as operadoras para aplicações desses setores, não apenas em caráter