CURTAS: Ibram, Seminário, Paraguai, Urânio

Leia nas Curtas de hoje: Ibram oferece curso de atendimento nas áreas de mineração; Seminário discute atividade agrícola em municípios mineradores; MS quer ponte para se aproximar do Paraguai; Mina de urânio na Namíbia entra em operação.
CURTAS: Ibram, Seminário, Paraguai, Urânio CURTAS: Ibram, Seminário, Paraguai, Urânio CURTAS: Ibram, Seminário, Paraguai, Urânio CURTAS: Ibram, Seminário, Paraguai, Urânio CURTAS: Ibram, Seminário, Paraguai, Urânio

Ibram oferece curso de atendimento nas áreas de mineração

O Instituto Brasileiro de Mineração (Ibram) oferecerá curso de Gerenciamento e Controle de Emergências na Mineração, de 4 a 5 de junho, na sua sede em Belo Horizonte. O curso apresentará as definições dos Planos de Atendimentos às Emergências. As 20 vagas são destinadas aos responsáveis pelo atendimento nas áreas de mineração. O instrutor Jorge Alexandre Alves é especializado em Emergências Médicas pela Medical Training Simulation Laboratory (MTSL), da School of Medicine Miami University of Miami, nos Estados Unidos. As inscrições on-line estão abertas até 30 de maio.

Seminário discute atividade agrícola em municípios mineradores

O seminário Agricultura em Territórios Mineradores reunirá especialistas e empresas para discussão das atividades agrícolas para o desenvolvimento das cidades mineradoras, no dia 23 de maio em Sete Lagoas. O seminário é organizado pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) com apoio do Governo de Minas Gerais. Entre as palestras estão os casos de referência para desenvolvimento agrícola e as propostas de políticas e estratégias para o desenvolvimento dos municípios mineradores. O contato para inscrição é o e-mail inctacqua@gmail.com.

MS quer ponte para se aproximar do Paraguai

O governo de Mato Grosso do Sul pretende construir duas pontes sobre o Rio Apa, no município de Porto Murtinho, que faz fronteira com o Paraguai. A construção é uma proposta de integração entre o Estado e o país vizinho. O governador André Puccinelli se reuniu ontem (8), em Campo Grande, com uma missão paraguaia liderada pelo vice-presidente Juan Afara Maciel. Durante o encontro foi assinado um memorando de entendimento entre o Estado e o Departamento de Concepción. As pontes custarão R$ 14 milhões e serão feitas com recursos estaduais. As duas regiões a serem interligadas são pólos econômicos de pecuária e agricultura, no Brasil, e de calcário do Paraguai, onde fica instalada a Industria Nacional de Cementos.

Mina de urânio na Namíbia entra em operação

A mina de urânio Husab, na Namíbia, foi inaugurada oficialmente ontem (8). O projeto Husab recebeu a licença de mineração do Ministério de Minas e Energia da Namíbia em novembro de 2012 e a primeira detonação de rochas ocorreu no início deste ano. A construção das instalações está prevista para ser concluída até o final de 2015. A produção deve atingir 5.770 toneladas de urânio por ano até 2017. A operação terá uma mina a céu aberto com uma planta de processo de lixiviação ácida. O depósito de Husab é considerado o terceiro maior depósito de urânio do mundo. Com reservas medidas e indicadas de cerca de 140 mil toneladas de urânio, Husab pertence à Taurus Minerals, uma subsidiária da China General Nuclear Power Group (CGN). O projeto está sendo desenvolvido pela Swakop Uranium.

loader

Most read Geral

Most read Geral