Braskem deve pagar mais R$ 1,7 por danos causados em AL

A Braskem deve prover um pagamento adicional de R$ 1,7 bilhão à prefeitura de Maceió (AL) por perdas, inclusive arrecadatórias, que o município sofreu por causa do afundamento do solo e das rachaduras causadas em cinco bairros pela extração de sal-gema realizada pela empresa, segundo fontes com conhecimento do acordo que vem sendo costurado.

Braskem deve pagar mais R$ 1,7 por danos causados em AL Braskem deve pagar mais R$ 1,7 por danos causados em AL Braskem deve pagar mais R$ 1,7 por danos causados em AL Braskem deve pagar mais R$ 1,7 por danos causados em AL Braskem deve pagar mais R$ 1,7 por danos causados em AL

Bairro de Pinheiros em Maceió (CE)/Divulgação

Sem considerar esse novo aporte, os gastos da Braskem com os problemas em Alagoas somam cerca de R$ 13 bilhões, entre recursos já desembolsados e saldo de provisão.