Moody's avalia que acidente terá um efeito profundo para a Vale

A agência de riscos Moody’s afirmou, em relatório na quinta-feira (31), que o rompimento da Barragem 1 da mina Córrego do Feijão, da Vale, terá um efeito profundo para a mineradora. A avaliação foi feita mesmo sem se saber a extensão dos danos causados pelo acidente. Mineradora deve se recuperar mais rapidamente que a BP, petrolífera responsável por um acidente ambiental no Golfo do México em 2010.

Moody's avalia que acidente terá um efeito profundo para a Vale Moody's avalia que acidente terá um efeito profundo para a Vale Moody's avalia que acidente terá um efeito profundo para a Vale Moody's avalia que acidente terá um efeito profundo para a Vale Moody's avalia que acidente terá um efeito profundo para a Vale

Plataforma da BP, no Golfo do México

 

A agência colocou a nota de crédito da mineradora em revisão para possível rebaixamento, após a Fitch cortar o rating da empresa devido ao desastre.