Ferrovia de Integração Oeste-Leste deve impulsionar mineração baiana

A implantação da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol) deve abrir oportunidades para a mineração baiana. O corredor logístico se conectarará ao futuro Porto Sul, em Ilhéus, por volta de 2023. Atualmente, a Bahia possui 42 projetos relacionados à produção de minério de ferro, que podem vir a ser beneficiados pela implantação da ferrovia e do porto. Embora a imensa maioria deles ainda se encontre nas fases iniciais de pesquisa, em pelo menos um o potencial de exploração já está comprovado e depende apenas da obra de infraestrutura para iniciar a produção.

Ferrovia de Integração Oeste-Leste deve impulsionar mineração baiana Ferrovia de Integração Oeste-Leste deve impulsionar mineração baiana Ferrovia de Integração Oeste-Leste deve impulsionar mineração baiana Ferrovia de Integração Oeste-Leste deve impulsionar mineração baiana Ferrovia de Integração Oeste-Leste deve impulsionar mineração baiana

Logística da Cabral Resources para o escoamento do projeto Sincorá.

Para a implantação dos trechos I e II da Fiol, que cortam pouco mais de 1 mil quilômetros no território baiano, a previsão é de um investimento de R$ 6,4