Morte de 149 mineiros revela corrida do ouro violenta na Venezuela

A busca por ouro e diamante em uma das áreas mais ricas em minérios da Venezuela virou um pesadelo para os que deixaram suas cidades na expectativa de uma oportunidade de prosperar no próprio país. O lugar, sem água corrente, luz e banheiros, onde crianças trabalham, é controlado por quadrilhas, chamadas de "sindicatos", que mandam nos mineiros inexperientes. Estes são alvos de castigos cruéis, "como tiros nas mãos" e "assassinatos", quando desobedecem seus empregadores.

Morte de 149 mineiros revela corrida do ouro violenta na Venezuela Morte de 149 mineiros revela corrida do ouro violenta na Venezuela Morte de 149 mineiros revela corrida do ouro violenta na Venezuela Morte de 149 mineiros revela corrida do ouro violenta na Venezuela Morte de 149 mineiros revela corrida do ouro violenta na Venezuela

Corrida do ouro na Venezuela

 

A região do Arco Mineiro do Orinoco (AMO), entre os Estados de Bolívar, do Delta Amacuro e do Amazonas, na fronteira com o Brasil, registrou a morte de pelo menos 149 mineiros