Metais básicos sobem com diminuição das restrições causadas pelo coronavírus

Os preços dos metais industriais subiram principalmente nesta terça-feira (5) à medida que mais países e regiões procuravam diminuir os bloqueios causados pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19), gerando esperanças de uma retomada da atividade econômica.
Metais básicos sobem com diminuição das restrições causadas pelo coronavírus Metais básicos sobem com diminuição das restrições causadas pelo coronavírus Metais básicos sobem com diminuição das restrições causadas pelo coronavírus Metais básicos sobem com diminuição das restrições causadas pelo coronavírus Metais básicos sobem com diminuição das restrições causadas pelo coronavírus

Amostras de cobre

O governador de Nova York, Andrew Cuomo, esboçou na segunda-feira uma reabertura gradual das atividades comerciais no estado mais atingido pela pandemia do Covid-19 nos EUA, enquanto o estado da Califórnia pode permitir que alguns negócios do varejo sejam retomados ainda nesta semana.

Itália, Espanha, Portugal, Bélgica e Índia também consideraram cautelosamente diminuir algumas restrições. "Quanto mais tempo ficarmos fechados, maior a dor econômica", disse Anna Stablum, trader de commodities da Marex Spectron. "Os bancos centrais despejando dinheiro nesses mercados e a forte demanda na China parecem ainda sustentar os preços nesses níveis".

O cobre de três meses na London Metal Exchange (LME) subiu 0,5%, para US$ 5.149 a tonelada às 0717 GMT, enquanto o alumínio ficou estável a US $ 1.483 a tonelada, e o níquel praticamente inalterado a US $ 11.815 a tonelada.

O zinco da LME avançou 0,6%, para US $ 1.910,50 por tonelada, o chumbo subiu 0,7%, para US$ 1.642 por tonelada, e o estanho subiu 0,4%, para US $ 15.150 por tonelada.

Negócios

Maior fundidora de cobre da Europa, a Aurubis recebeu na segunda-feira (4) a aprovação antitruste da União Europeia por sua aquisição planejada de 380 milhões de euros (US$ 414,66 milhões) do grupo de reciclagem de metais espanhol-belga Metallo, informou a Comissão Europeia.

Já a Norsk Hydro fechará sua fábrica de autopeças Hydro Precision Tubing na cidade alemã de Remscheid até o final do ano, colocando 129 postos de trabalho em risco, informou a fabricante de metais norueguesa em comunicado na segunda-feira. As informações são da Reuters.

topics

loader