MPF e PF defendem júri popular para executivos da Vale por Brumadinho

O Ministério Público Federal (MPF) e a Polícia Federal (PF) defendem que os executivos da Vale e da consultoria Tüv Süd, que foram denunciados por homicídio pelo rompimento da barragem B1 da mina Córrego do Feijão, em Brumadinho (MG), sejam levados a júri popular. O incidente ocorrido em 2019 causou as mortes de 270 pessoas.

MPF e PF defendem júri popular para executivos da Vale por Brumadinho MPF e PF defendem júri popular para executivos da Vale por Brumadinho MPF e PF defendem júri popular para executivos da Vale por Brumadinho MPF e PF defendem júri popular para executivos da Vale por Brumadinho MPF e PF defendem júri popular para executivos da Vale por Brumadinho

Fábio Schvartsman, ex-presidente da Vale, está entre acusados/Divulgação