Conselheiro da Usiminas é acusado de peculato e falsidade ideológica

O conselheiro da Usiminas Luiz Carlos Miranda de Faria foi denunciado pelos crimes de peculato e falsidade ideológica pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) de Ipatinga (MG) e Ministério Público do Trabalho (MPT). Segundo as instituições, foi desviado mais de R$ 1 milhão através da implementação de um programa de redução e prevenção de consumo de álcool e outras drogas, solicitada pela Usiminas ao Sindipa.

Conselheiro da Usiminas é acusado de peculato e falsidade ideológica Conselheiro da Usiminas é acusado de peculato e falsidade ideológica Conselheiro da Usiminas é acusado de peculato e falsidade ideológica Conselheiro da Usiminas é acusado de peculato e falsidade ideológica Conselheiro da Usiminas é acusado de peculato e falsidade ideológica

Luiz Carlos Miranda, conselheiro da Usiminas

article_image