Rio Tinto corta bônus de altos executivos por explosão de cavernas aborígenes

A Rio Tinto anunciou nesta segunda-feira (24) que cortará os pagamentos de bônus ao diretor-executivo da empresa, Jean-Sebastien Jacques, em cerca de US$ 3,5 milhões por causa da destruição de locais históricos aborígines na Austrália, embora tenha oferecido a ele o apoio do conselho para liderar a resposta da empresa ao incidente.

Rio Tinto corta bônus de altos executivos por explosão de cavernas aborígenes Rio Tinto corta bônus de altos executivos por explosão de cavernas aborígenes Rio Tinto corta bônus de altos executivos por explosão de cavernas aborígenes Rio Tinto corta bônus de altos executivos por explosão de cavernas aborígenes Rio Tinto corta bônus de altos executivos por explosão de cavernas aborígenes

183722-1-eng-GB-jean-sebastien-jacques-320-191.jpg

Os incentivos também serão cortados para Chris Salisbury, diretor da unidade de minério de ferro da companhia, e Simone Niven, executiva de relações corporativas,

article_image