Vale não tem previsão de verbas rescisórias para executivos afastados

A Vale disse ontem (1) que não há previsão de pagamento de verbas rescisórias para executivos que foram afastados da direção da empresa no início de março. Entre eles estavam o diretor-presidente Fabio Schvartsman, e o diretor-executivo de Ferrosos Peter Poppinga. A mineradora taxou de “incorreta” a divulgação de que eles receberiam R$ 80 milhões.

Vale não tem previsão de verbas rescisórias para executivos afastados Vale não tem previsão de verbas rescisórias para executivos afastados Vale não tem previsão de verbas rescisórias para executivos afastados Vale não tem previsão de verbas rescisórias para executivos afastados Vale não tem previsão de verbas rescisórias para executivos afastados

Fabio Schvartsman

Os outros dois executivos afastados foram Lucio Flavo Gallon Cavalli, diretor de Planejamento e Desenvolvimento de Ferrosos e Carvão, e Silmar Magalhães Silva, diretor de

article_image