Plano da Vale para retirada de rejeitos prevê maquinário pesado e desaguamento

A Vale apresentou ao governo mineiro um plano de emergência de contenção dos rejeitos e reparação das áreas impactadas 12 dias após o rompimento da barragem da mina Córrego do Feijão, segundo a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Minas Gerais (Semad). Retirada de rejeitos da mineradora prevê maquinário pesado, desaguamento e confinamento em tubos.

Plano da Vale para retirada de rejeitos prevê maquinário pesado e desaguamento Plano da Vale para retirada de rejeitos prevê maquinário pesado e desaguamento Plano da Vale para retirada de rejeitos prevê maquinário pesado e desaguamento Plano da Vale para retirada de rejeitos prevê maquinário pesado e desaguamento Plano da Vale para retirada de rejeitos prevê maquinário pesado e desaguamento

Lama de rejeitos da barragem do Córrego do Feijão, da mineradora Vale, em Brumadinho (MG)

O rompimento da barragem da Vale em Brumadinho (MG) despejou 11,7 milhões de metros cúbicos de uma lama com alto teor de silício e ferro em uma área de