EMPRESAS

Escritório prepara novo processo contra Braskem na Holanda

Moradores de Maceió (AL) afetados pela mineração de sal-gema feita pela Braskem podem se cadastrar para participar de uma nova ação judicial na Holanda contra as empresas do grupo na fundação Stitching Environment and Fundamental Rights (SEFR). A entidade é representada pelo escritório britânico de advocacia Pogust Goodhead, o mesmo que defende nove vítimas do desastre ambiental, em processo que já teve sua primeira audiência em 15 de fevereiro.

Bairro de Maceió condenado por afundamento de solo causado por extração de sal-gema da Braskem/Reprodução

Bairro de Maceió condenado por afundamento de solo causado por extração de sal-gema da Braskem/Reprodução

A decisão da Corte do Distrito de Roterdã sobre o mérito dessa que é considerada uma "ação teste" contra a mineradora na justiça holandesa e que tramita desde 2020, deve sair em setembro. Ainda não se...

Faça um teste gratuito para continuar lendo este artigo
Já tem uma conta?  
Assine Agora